Qual é a sua cor favorita? Você acha que existe alguma cor triste?!  O Branco se achava melhor porque ele é a união de todas as cores, então foi perguntar para as outras cores se elas eram infelizes e olha só o que Branco aprendeu!

A Cor Mais Feliz do Mundo

O branco com aquele ar de todas as cores perguntou se eu me sentia triste de não ter cor, ora como pode eu sou preto, nunca passo despercebido, não tem ninguém que não me vê, sou tão vivo que nunca estou claro, sempre estou forte! Então lhe respondi:

- Eu sou a cor mais feliz do mundo.


O branco com aquele ar de todas as cores perguntou seu eu me sentia muito acesso, muito claro e ofuscante, ora como pode eu sou amarelo, sou luz, sou clareza, sou a cor do sol! Então lhe respondi:

- Eu sou a cor mais feliz do mundo.

O Branco com aquele ar de todas as cores perguntou se eu me sentia enjoado, cansado de me usarem para tantas coisas, ora como pode eu sou o azul, jamais me cansaria de ser a cor do céu, de ajudar a colorir as nuvens nem rios, nem os mares! Então lhe respondi:

- Eu sou a cor mais feliz do mundo.

O branco com aquele ar de todas as cores perguntou se eu me sentia exausto, de ser tão vibrante forte e tão usado, ora como pode, eu sou o verde, cor do vivo, das árvores, das gramas, das matas, dos matos, então lhe respondi:

- Eu sou a cor mais feliz do mundo.

O branco com aquele ar de todas as cores se sentia superior e não entendia até então o porquê de todas as cores se sentirem tão realizadas.

Então o branco perguntou para si mesmo, como seria tudo, como seria as coisas e mundo inteiro se fosse tudo branco, ou preto, ou só amarelo, vermelho, verde.

Aí o Branco percebeu que todas as cores são essenciais, que todas têm suas características e particularidades e assim compreendeu que todas as cores são as cores mais felizes do mundo!



Gostou da história? Clique aqui faça o download, é grátis :)




Deixe um comentário