Pense em uma lagartixa fofoqueira, agora multiplica! Além de querer saber e fuxicar sobre a vida de todo mundo, a lagartixa quando não ouvia, inventava. Mas depois de um grande susto ela teve consciência do que estava fazendo, e o melhor de tudo: aprendeu com seu erro! 


Lagartixa Fuxiqueira

Lá no galho mais alto, da árvore mais alta, uma lagartixa fofoqueira ficava de orelha em pé, você já viu lagartixa de orelha? Pois é!Ela tinha vontade de saber da vida de todo mundo, ela ouvia tudo que além da orelha a sua língua cresceu, ficou comprida e coçava até ela sair falando por aí, ela falava tudo que ela escutava e também inventava e claro que ninguém gostava e por isso a mexeriqueira ficava cada vez mais só, sem amigos.

Até que uma vez a faladeira para poder ouvir, ficou tanto tempo, mas tanto tempo em cima do galho e em baixo do sol quente, que o calor acabou secando e grudando sua pele no galho, só não secou língua que ainda estava dentro da boca, mas também de nada adiantou, ela não podia descer do galho para contar e nem inventar nada pra ninguém, ela fazia força dali força de cá e nada de desgrudar, ela gritava, gritava, mas como galho era alto demais ninguém escutava.

Anoiteceu e a lagartixa continuava grudada, ela que era verde de tão queimada ficou meio amarelada, amarronzada coitada! Ali grudada à fuxiqueira começou a se preocupar e pensou:

- Poxa o dia passou e ninguém sentiu minha falta, ninguém quis saber da vida de ninguém? 

Foi aí que a lagartixa percebeu que ela sabia da vida de todo mundo, do que gostavam do que não gostavam, dos segredos entre amigos, das historias dos colegas das turmas, sabia de tudo, mas não sabia dela mesma, não sabia do que ela gostava, do que não gostava, não tinha suas próprias historias para contar e não tinha com quem compartilhar seus segredos, tudo isso porque ao invés de viver sua própria vida ela queria saber da vida dos outros, e assim ela se deu conta do mal que ela estava fazendo a todo mundo.

Ela estava errada e ficou triste ao perceber, ficou tão triste que começou a chorar, ela ia chorando e suas lagrimas iam desgrudando sua pele do galho e sem perceber que estava já desgrudada ela se desequilibrou e caiu lá de cima, veio caindo e gritando e pedindo por socorro e pensando em quem poderia lhe ajudar, quase sem esperança fechou seus olhos e esperou a queda acabar, até que percebeu que a árvore era alta, mais já deveria estar no chão, ela já estava caindo há muito tempo e então abriu seus olhos e viu ao seu redor todos os bichos que juntos ficaram para amortecer a sua queda, ela ficou tão feliz e tão grata que depois de agradecer, seus amigos a perdoaram, eles acordaram com o choro sincero da lagartixa, eles sabiam que ela tinha errado muito, mas que todo mundo merece uma nova chance e desta vez a faladeira aprendeu e fez tudo diferente, ela continuou faladeira é verdade! Mas agora ela contava suas historias, seus segredos para os amigos e seus gostos. Agora ela tinha o que contar sobre ela mesma, porque depois do susto ela aprendeu, começou a viver e a cuidar da sua própria vida.




Que susto levou a lagartixa! Mas o lado bom é que serviu para a faladeira aprender! Gostou da história?! Clique aqui e faça o download do livro em pdf, é grátis!:)


2 Comentários

  1. Amei essa história pois na sala de aula sempre tem uma lagartixa dessas kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Gosteri muito da história,acho que ela serve pra muitas pessoas e não somente para os alunos...

    ResponderExcluir